Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Museu Natural
Início do conteúdo da página

Sobre

Escrito por Gabriel Jordão Batista de Souza | Publicado: Terça, 10 de Novembro de 2020, 07h07 | Última atualização em Segunda, 22 de Março de 2021, 08h45 | Acessos: 376

O Museu de história natural Prof. Laércio Loures

O Museu de História Natural Professor Laércio Loures (MHNPLL) é um museu público, sediado na fazenda escola do IFSULDEMINAS campus Inconfidentes, sendo um setor mantido pela universidade.

O museu desempenha um grande papel científico e educacional, visando a promoção da conscientização e preservação ambiental. O setor possui atualmente em seu acervo exemplares da fauna local, nacional e alguns exemplares estrangeiros de mamíferos, aves, répteis e peixes, além de amostras de fósseis, crânios, insetos e peles.

O museu tem a colaboração de professores e alunos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do campus, auxiliando na manutenção e conservação dos exemplares.

O setor funciona durante todo o período letivo, aberto a visitas escolares e individuais. Apenas em 2018 registramos mais de 1300 visitas presenciais ao museu, atendendo a comunidade, as escolas da região e o próprio IFSULDEMINAS, que usa do espaço para pesquisas educacionais da área de divulgação científica.

A imagem traz 2 fotos, A primeira foto ilustra a coruja-suindara. Seu nome científico é 𝘛𝘺𝘵𝘰 𝘧𝘶𝘳𝘤𝘢𝘵𝘢.  A coruja possui penas brancas nas partes de baixo das asas, e na barriga. Há algumas pintinhas castanho claro nas penas brancas. Nas pontas das asas e na parte de trás de seu corpo as penas brancas se mesclam com penas castanho claro e castanho escuras. Seu rosto é composto de penas brancas menores com uma borda de cor castanho em volta. Sua face é achatada, com olhos pretos e um destaque ao seu bico, bem adaptado para a caça. Suas pernas também são bem adaptadas para a caça, apresentando 4 dedos com unhas compridas e afiadas, sendo três dedos localizados na parte da frente e 1 dedo localizado na parte de trás, facilitando com que pegue suas presas e que se fixe em árvores.  A coruja está em pé aqui no museu, em cima de um pedaço de tronco de árvore e com suas asas bem abertas.  A segunda imagem mostra um Tamanduá mirim, seu nome científico é 𝘛𝘢𝘮𝘢𝘯𝘥𝘶𝘢 𝘵𝘦𝘵𝘳𝘢𝘥𝘢𝘤𝘵𝘺𝘭𝘢, ele tem o peito, braço, pernas e cabeça cobertos por pelo castanho claro, a sua cauda não tem pelos, mas também é castanho claro. Suas costas são cobertas por pelo de cor marrom escuro, não é atoa que este tamanduá também é conhecido como tamanduá de capa preta. Ele tem aproximadamente 50 centímetros medindo da cabeça até o início de sua cauda, a cauda mede aproximadamente 40 centímetros. Ele apresenta 5 dedos em cada pé e mão, mas nas mãos as suas unhas são bem desenvolvidas, são grandes e duras pois ele a usa para romper troncos de árvores e cupinzeiros para se alimentar de cupins e formigas. O seu focinho é longo e afunilado, apresentando na ponta o nariz e a boca pretos. A boca não tem dentes, apenas uma língua comprida e fina que usa para enfiar nos cupinzeiros e buracos de tronco para se alimentar. As suas orelhas têm aproximadamente 3,5 centímetros de altura e são bem abanadas para cima.

Também estamos no Facebook e no Instagram, lá são divulgadas fotos, vídeos e eventos relacionados ao museu. Dispondo de acessibilidade para deficiências visuais e auditivas.

O professor Laércio Loures

A imagem mostra o professor Laércio Loures, ele já é aposentado mas nunca parou de realizar pesquisas em campo. O professor é magro, tem cabelos brancos, está com uma camiseta verde-claro, um colete e um boné de estampa militar. Na foto ele está com os braços esticados para cima, colhendo frutinhos de cor vermelho-alaranjado. Na foto predomina a cor verde da folhagem das árvores ao fundo e das plantas rasteiras que ficam no chão.

O professor Laércio Loures foi quem iniciou e formou grande parte da coleção atual, muito antes do curso de biologia existir no antigo Instituto Agronômico.

É um grande biólogo e inspiração para muitos estudantes, conhecedor de plantas e animais, apaixonado por aves e defensor da causa ecológica, chamando-nos para a seriedade e importância dos nossos recursos naturais. A significativa coleção que temos partiu de sua coleção particular e do empenho em sua carreira de fazer educação ambiental.

Eventos

Eventos presenciais

Nada substitui a graça de nos visitar presencialmente, ver de perto os exemplares, os detalhes e conversar cara a cara com o guia do museu, caso queira agendar uma visita presencial será um prazer recebê-los! Basta enviar um e-mail para: extensao.inconfidentes@ifsuldeminas.edu.br.

Eventos a distância

Devido ao distanciamento social, trabalhamos também com visitas remotas em tempo real, nelas os guias apresentam várias informações sobre o acervo, os detalhes das espécies, sua importância ecológica e conservação ambiental. Para agendar uma visita guiada basta preencher o formulário de agendamento de visita remota.

Acervo

O acervo do museu pode ser visto através deste link:Acervo do Museu de história natural Prof. Laércio Loures, o Museu também está presente nas redes Facebook e no Instagram. Lá são publicadas fotos dos exemplares presentes no museu, curiosidades e informações sobre as espécies, habitat, importância ecológica, relações ecológicas, vídeos e eventos produzidos pelo museu.

 


registrado em: ,
Fim do conteúdo da página