Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Excelência e Inovação

Escrito por José Valmei Bueno | Publicado: Sexta, 02 de Dezembro de 2022, 13h35 | Última atualização em Sexta, 27 de Janeiro de 2023, 15h51 | Acessos: 286
Banca online aprova certificação da Incetec.
Banca online aprova certificação da Incetec.

Incubadora de Empresas do campus é aprovada para receber certificação do CERNE

A Incubadora de Empresas do Campus Inconfidentes (Incetec) foi aprovada para receber a certificação do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (CERNE). O Centro é uma plataforma que visa promover a melhoria nos resultados dos ambientes de inovação, como incubadoras.

A aprovação aconteceu durante a realização de uma banca de avaliação, na quinta-feira (24/11). Antes de acontecer a banca, uma empresa Certificadora e uma Avaliadora analisam todos os documentos, para conferir a efetividade e veracidade do processo. Apenas após a confirmação da "Conformidade" é que a banca é de fato constituída. Os certificadores são a ANPROTEC e o SEBRAE.

A Incetec foi classificada no nível 1, a primeira classifcação, numa escala que vai até 4. Para conseguir cada uma delas, a Incubadora precisa ter práticas-chave bem definidas, escritas, executadas e comprovadas, para que haja a efetivação da implantação do processo.

O caminho do processo

O trabalho da banca de examinadores se deu após a implantação dos processos descritos nas práticas-chave e passado um ciclo completo de execução, com o registro das evidências, ocorreu uma primeira etapa de consultoria e análise no segundo semestre de 2021, oferecida pela Rede Mineira de Inovação (RMI) no programa Habitats de Inovação, em que as incubadoras mineiras associadas à RMI receberam sessões de consultoria durante dois meses.

No primeiro semestre de 2022, para dar sequência às ações do programa Habitats de Inovação, a RMI em parceria com o SEBRAE, contratou uma pré-auditoria com a empresa Gere Consultoria, para garantir a conformidade de todos os processos. Após as análises, a empresa confeccionou um parecer para a SEBRAE dar o próximo passo: a contratação da empresa Certificadora para iniciar o processo definitivo para a Certificação Cerne. “A empresa Certificadora fez uma reunião conosco, solicitou acesso aos processos, práticas-chave e evidências para que a empresa responsável pela Avaliação fizesse sua parte. Após a reunião com a responsável pela Avaliação e confirmação de que todos os procedimentos estavam em conformidade com o exigido, houve a recomendação para que a banca ocorresse”, explicou a responsável pela Incubadora do Campus Inconfidentes, Sissi Bueno.

A Banca seguiu o método de arguição para verificar os conhecimentos dos presentes sobre o CERNE, além do envolvimento com o ecossistema (arranjo produtivo local/regional), perspectivas de manutenção das ações e melhorias nos processos da Incubadora. “Ao final, recebemos a recomendação de certificação e o consequente encaminhamento para providências pela ANPROTEC”, completou Sissi, destacando que esta etapa ocorreu por meio de encontro virtual.

A Banca contou com a participação de ex alunos do Campus Inconfidentes que mantêm empresas na Incubadora, como Suelen Simão Gomes e Kassy Jhones Garcia, sócios da empresa incubada Inovambiental Consultoria. O ex-aluno, Michender Werison, Pereira da empresa graduada Alfa Proteção Ambiental, Topografia e Agrimensura também apresentou depoimento.

Consolidação do trabalho da Incetec

Segundo o diretor-geral do Campus Inconfidentes, professor Luiz Flávio Reis Fernandes, esta certificação é a consolidação do trabalho desenvolvido pela Incubadora. “A aprovação desta certificação vai auxiliará no avanço da qualidade da entrega da Incubadora aos empreendimentos e a geração de melhores empreendedores para a região. Isto significa desenvolvimento da comunidade local”, comentou o diretor, destacando que os próximos passos são a busca pelas certificações CERNE 2, 3 e 4.

 


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página