Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Economia de Francisco

Escrito por José Valmei Bueno | Publicado: Quarta, 28 de Setembro de 2022, 16h24 | Última atualização em Terça, 11 de Outubro de 2022, 16h16 | Acessos: 358
Jovens se encontram em Roma, antes de participarem de evento com o Papa Francisco, em Assis (Itália).
Jovens se encontram em Roma, antes de participarem de evento com o Papa Francisco, em Assis (Itália).

Aluno do curso de Redes de Computadores participa de encontro com o Papa Francisco

O aluno do Curso Redes de Computadores do IFSULDEMINAS – Campus Inconfidentes, Philippe Diogo Alves da Silva, participou, na cidade italiana de Assis, do encontro com o Papa Francisco, durante o evento “A Economia de Francisco”.

O evento mundial reuniu cerca de mil participantes, de 120 países. A delegação brasileira contou com 70 integrantes. Os jovens foram convidados pelo Papa Francisco, durante os dias 22 a 24 de setembro de 2022, para debater sobre economia solidária. “Reunimos jovens acadêmicos econômicos, empreendedores e agentes de mudança que trabalharam ativamente na construção de uma economia em favor da vida e na formação de cidadãos globais pensantes que defendem a vida”, explicou Philippe.

Há 3 anos, o estudante do Campus Inconfidentes desenvolve, em parceria com outros Institutos Federais, atividades com a finalidade de promoção da mudança global. “Realizamos dois encontros nacionais, 1 encontro mineiro e 1 sul mineiro. E o evento dialoga com os objetivos do IFSULDEMINAS. Nossas ações buscam promover a oferta da educação para a formação de cidadãos críticos, criativos, competentes e humanistas”, completou o estudante natural de Sete Lagoas (MG).

De acordo com ele, o projeto “Economia de Francisco” é uma proposta de mudança da realidade. “Por meio de uma economia mais inclusiva e igual visamos o desenvolvimento sustentável de diversos atores não só em nossa localidade, mas no mundo”, completou Philippe.

O encontro com o Papa teve início com a sessão de abertura e logo foi encaminhada para uma seção chamada “A colheita de EoF”, quando jovens líderes apresentaram discursos de suas atuações ao redor do mundo, culminando com a promoção de uma mesa redonda. “Foi possível discutir e conhecer as ideias e projetos, além das questões econômicas e dos desafios contemporâneos”, contou o integrante da delegação brasileira.

Foi realizada também uma sessão de Encontros e “NETWORKING”. O espaço foi usado para a apresentação de projetos, pôsteres e uma incubadora de ideias globais. Oficinas artísticas e dinâmicas também marcaram a programação.

Os participantes puderam conhecer, ainda, a cidade onde São Francisco de Assis desempenhou suas ações de caridade. “No segundo dia, iniciamos com um espaço chamado de cara com Francisco. Fomos convidados a nos aventurarmos pela cidade de Assis, seguindo os passos de São francisco. Andando pela cidade conhecemos seus projetos, igrejas, sua antiga casa, o local do despojamento e como foi sua trajetória ao longo da sua vida e de seus companheiros”, recordou, emocionado.

Uma Sessão Plenária, que contou com os embaixadores da Economia de Francisco, dentre eles grandes nomes como Muhammad Yunus, Amartya Sen, J. Sachs, Vandana Shiva e Kate Raworth reforçou a programação do encontro com o Papa.

O Encontro com o Papa

Papa Francisco assina o Pacto Global por uma economia solidária.

As delegações elaboraram um pacto global a partir dos debates promovidos no evento, foi quando eles se encontraram com o Papa Francisco. “Sua Santidade assinou conosco o seu compromisso com uma economia em favor da vida”, acrescentou Philippe que atua também na Rede Latino Americana pela economia de Francisco.

No encontro com o Papa, em Assis, Philippe integrou a equipe operacional e colaborou com a Agência Global de Mídia da Economia de Francisco. “Tive atuação nos espaços de construção desse encontro, além de participação em diversos seminários ao redor do mundo onde dialoguei sobre a importância do combate à fome, ao racismo e as estruturas da construção política, no que diz à gestão participativa e de políticas de segurança alimentar e nutricional sustentável, e a construção de parcerias com diversos órgãos de controle”, disse ele.

Segundo o estudante do IFSULDEMINAS, a mensagem do Papa Francisco, além do pacto global assinado pelos participantes foram os pontos mais importantes do evento. “Estamos conscientes da responsabilidade que recai sobre a nossa geração, nos comprometemos a trabalhar para uma economia de paz e não de guerra, que esteja ao serviço da pessoa humana e, especialmente, dos mais frágeis e vulneráveis. Construamos uma economia que valorize e proteja as culturas e tradições dos povos, todos os seres vivos e os recursos naturais da Terra”, frisou o aluno, declarando sua crença na Economia de Francisco. “Isso não é uma utopia, porque já estamos construindo, e que possamos já vislumbrar o início da terra prometida” concluiu ele, recordando o discurso do Papa.

Confira as imagens 

 


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página