Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Comunicação

Escrito por José Valmei Bueno | Publicado: Terça, 09 de Fevereiro de 2021, 07h24 | Última atualização em Segunda, 05 de Julho de 2021, 08h11 | Acessos: 288
Servidores do campus instalam cabos de Internet no setor de Bovinocultura. (Foto: Cesar Neves)
Servidores do campus instalam cabos de Internet no setor de Bovinocultura. (Foto: Cesar Neves)

Cabos de fibra ótica são instalados e Internet rápida chega ao Setor de Bovinocultura de Leite

O Campus Inconfidentes concluiu os trabalhos de instalação de 2 mil e 300 metros de cabos de fibra ótica ligando o Centro de Processamento de Dados (Datacenter), localizado no prédio principal do IFSULDEMINAS, até ao setor de bovinocultura leiteira. “Agora alunos e servidores terão acesso à Internet rápida e os dados do setor serão transmitidos com mais rapidez, qualidade e segurança”, explicou o diretor-geral do campus, professor Luiz Flávio Reis Fernandes, enfatizando a cumprimento de uma demanda antiga.

Segundo o diretor-geral, a instalação criou condições de ofertar um melhor serviço, especialmente, quando forem realizados cursos na bovinocultura.

De acordo com o coordenador de Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), Gilcimar Daló, a novidade exigiu dedicação e parcerias com diversos setores do Instituto Federal. “Foram necessários fazer instalações de postes de madeira tratada, tornando viável que o setor criasse um vínculo através de conexão com todos os demais setores”, comentou Dalló, destacando ainda a facilidade de armazenamento, inclusive, dos serviços de câmeras para monitoramento de segurança.

Para possibilitar a chegada de Internet de melhor qualidade no local, foram instalados 36 postes de madeira, mais a estrutura de 16 postes de cimento que já existiam da guarita, às margens da rodovia MG-290, até a sede da bovino de leite. Além disso, outros equipamentos como 3 terminações óptica, 4 conversores de mídia e 3 racks para acomodações de equipamentos também foram implantados. Foram investidos cerca de R$ 24 mil para permitir o acesso mais rápido e seguro dos usuários da Bovinocultura leiteira à Internet.

Assista ao vídeo

Confira as imagens:

 


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

registrado em:
Fim do conteúdo da página