Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campanha

Escrito por José Valmei Bueno | Publicado: Quinta, 19 de Novembro de 2020, 10h57 | Última atualização em Quinta, 19 de Novembro de 2020, 11h08 | Acessos: 85

Participe da campanha "Natal Sem Fome" e doe 1kg de alimento não perecível

 Foi dada a largada para a Ação de Cidadania “Natal Sem Fome" promovida pelo Campus Inconfidentes, em parceria com a Paróquia São Geraldo Majela, de Inconfidentes, e com a Associação Ação da Cidadania do Sul de Minas Gerais.

Com a iniciativa, Inconfidentes formou um Comitê Local para a realização da Campanha que tem dimensão nacional.“Nossa finalidade é estimular a cidade para realizarmos uma grande campanha de solidariedade de combate à fome, especialmente nesse momento de dificuldades econômicas pelas quais passam as famílias, por causa da Covid-19", disse o diretor-geral do Campus Inconfidentes, professor Luís Flávio Reis Fernandes.

 A campanha consiste em mobilizar os moradores do município para doar alimentos não perecíveis que serão distribuídos para as famílias carentes, incluídas no Cadastro Único do Governo Federal . O Cadastrado Único (CadÚnico) é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza, utilizado pelo Governo Federal, pelos Estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida dessas famílias.

 Retrato da pobreza em Inconfidentes

O presidente da Associação Ação da Cidadania do Sul de Minas, Eduardo Fernandes Tardiole, relatou a história da iniciativa na região, além de ter mostrado indicadores da situação de vulnerabilidade, em Inconfidentes. “Hoje, tem muitas famílias do município em situação de vulnerabilidade alimentar. No Cadastro Único, há 976 famílias de Inconfidentes registradas, recebendo algum tipo de Auxílio do Governo Federal”, argumentou Tardiole.  

 Segundo o presidente da Associação, do total de famílias de Inconfidentes listadas no Cadastro do Governo, 131 delas têm renda per capita de até  R$ 89,00. Ou seja, cada pessoa dessas famílias sobrevive com este valor, mensalmente. “Vamos fazer do Sul de Minas a região mais solidária do país”, projetou Eduardo.

 Pontos de coleta:

  • Recepção do Prédio Principal e da fazenda-escola do IFSULDEMINAS

  • Igreja Matriz São Geraldo Majela

  • Casa de Oração Santa Mãe Maria

  • Supermercado Bonamigo

  • Inconfrios

  • Escritório do Eraldo (ao lado da Lotérica)

  • Mini Mercado Monjolinho

  • Peg Pag São José e Mini Mercado Santa Bárbara (no bairro Pinhalzinho dos Góes)

  • Venda do Genú, no bairro Agenor Junqueira

  • E nas capelas rurais dos Bairros Bernardes, Romas, Cambuizinho, Boa Ventura, Pessegueiro e Córrego da Onça

Em Inconfidentes, a campanha “Natal Sem Fome” seguirá o seguinte cronograma:

  • Mês de novembro e 1ª quinzena de dezembro: Mobilização das Comunidades

  • 12 e 13 de dezembro: Arrecadação de Alimentos nos bairros urbanos e rurais

  • 21, 22 e 23 de dezembro: Entrega dos Alimentos às famílias atendidas.

História da Ação Solidária

 A Ação Solidária "Natal Sem Fome" foi criada em 1993, pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Inicialmente, o objetivo era arrecadar apenas alimentos não perecíveis para garantir que as famílias abaixo da linha de pobreza tivessem uma refeição digna para comer no dia de Natal. A ação é considerada uma das maiores mobilizações solidárias da sociedade civil e já ajudou mais de 20 milhões de pessoas por todo o Brasil a terem um Natal digno.


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página