Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pescaria Solidária

Escrito por José Valmei Bueno | Publicado: Sábado, 13 de Abril de 2019, 10h04 | Última atualização em Sexta, 10 de Maio de 2019, 07h05 | Acessos: 445
Pescaria Solidária movimenta os açudes da Fazenda Escola.
Pescaria Solidária movimenta os açudes da Fazenda Escola.

Pescadores da região comparecem a açudes e fazem doação de alimentos para entidades sociais

Foram arrecadados 370kg de alimentos não perecíveis

A Pescaria Solidária movimentou os açudes da Fazenda Escola do IFSULDEMINAS – Campus Inconfidentes, neste sábado, 13. Desde as primeiras horas do dia, os amantes da pescaria começaram a chegar para encontrar o melhor lugar às margens das represas. O evento é tradicional na semana que antecede a Semana Santa.

Pescadora há mais de 30 anos, Marilene Ramos veio de Ouro Fino(MG) para conhecer a Fazenda e  pescar, pela primeia vez, nos açudes do IFSULDEMINAS. “É ótimo! O ambiente é muito bem limpo. O lugar é sossegado. Amei”, comentou a dona de casa que costuma tirar os finais de semana para pescar nos rios da região.

Os açudes ficaram abertos para a pescaria das 6h às 18h. Neste ano, os participantes da Pescaria Solidária foram convidados a contribuírem com 1kg de alimento não perecível. De acordo com o Diretor-Geral do Campus Inconfidentes, professor Luiz Flávio Reis Fernandes, a iniciativa reforçou a papel social da instituição. “Desta vez nós inovamos. Implantamos a troca do direito à entrada por 1kg de alimento não perecível. Isto é interação social. Continuamos cumprindo a nossa missão envolvendo a comunidade com essas ações”, destacou o gestor, acompanhado por sua família.

Os alimentos arrecadados foram doados para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e para o Educandário São José, de Ouro Fino (MG). No periodo das 6h às 13h, cerca de 370 kg de alimentos foram arrecadados. Segundo o Assistente Social da APAE, Hélton Henrique Faria, a parceria entre o Campus Inconfidentes e a Associação está auxiliando a entidade se manter. “É uma alimentação que durará cerca de 40 dias. É muito bem-vinda”, disse Faria, destacando a generosidade dos pescadores. “Todos que estão passando aqui, estão deixando as doação”, contou o colaborador da APAE, enquanto recebia os donativos na guarita da Fazenda.

Confira as imagens:


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

registrado em:
Fim do conteúdo da página